Quando quis estudar E-commerce, criei uma loja online

Quando quis aprofundar os meus conhecimentos em relação ao “ecossistema” de e-commerce, tive de responder à seguinte pergunta: Fazer uma formação de e-commerce ou criar um e-commerce? Foi assim que nasceu a loja online warrior – acessórios masculinos!

A premissa era básica: aprender a partir da experimentação.

Meter as mãos na massa, deparar-me com dificuldades ao longo do caminho e ver-me obrigado a explorar mais sobre um determinado assunto, desde a escolha de produtos, negociação com fornecedores até à expedição e entrega dos artigos.

Sair da teoria – Aprender com a prática e com a experimentação

A ideia de criar uma loja online teve início em 2019, quando senti a necessidade de aprofundar os meus conhecimentos em todo o processo de ecommerce.


  • Escolha e definição dos produtos;
  • Criação e posicionamento da marca;
  • Negociação com fornecedores;
  • Burocracias e implicações legais;
  • Packaging;
  • Estratégias de marketing;
  • Experiência de entrega;
  • Plataforma digital (UX/UI);
  • Métodos de pagamento e de entrega;
  • etc …

Desde logo comecei a minha procura por formações que me pudessem ajudar a obter os conhecimentos necessários, mas rapidamente me apercebi de que não haveria melhor forma de aprender do que através da experimentação – Partir para a ação e aprender com o processo!

A decisão de criar uma loja online estava tomada, agora surgia uma nova questão: o que vender?

Após alguma análise, passou por vender acessórios masculinos tendo em conta a resposta a várias questões:

  • Entrega fácil e barata (produto pequeno e leve);
  • Nicho de mercado com alguma concorrência, mas não tão explorando como os artigos femininos;
  • Não tem uma barreira de entrada difícil. O investimento inicial não é necessariamente elevado;
  • Possibilidade de aumentar o portfólio de produtos ao longo do tempo;
  • Possibilidade de entrar com uma vantagem competitiva – Neste caso, produtos de marca própria, a preço baixo.

Desafio

  • Implementação da loja online (Woocommerce)
    • Métodos de pagamento (MBWay, contra-entrega, Transferência, Multibanco);
    • Integração com email marketing e carrinho abandonado;
    • Integração com ferramentas de Google para monitorização de eventos e conversões;
    • Métodos de envio e acompanhamento da encomenda;
  • Criação de campanhas digitais
    • Meta ads
    • Google ads search e shopping
    • Criação de copys e design de criativos
    • Criação de campanhas de épocas especiais (Black Friday, dia dos namorados, Natal, etc)
  • Email marketing
    • Estratégias de upselling;
    • Aumento de recorrência de compra por cliente;
    • Carrinho abandonado;
  • Criação de marca
    • Tom de voz e personalidade da marca
    • Copywritting
    • Design gráfico
    • Sessões fotográficas (produto e lifestyle)
  • Estratégias “offline”
    • Distribuição de flyers com código promocional – Através dos CTT
    • Colocação de produto em estabelecimentos físicos. Ex.: barbearias – Consignação
  • Criação de produto
    • Escolha do material e fornecedor
    • Definição e personalização do artigo
    • Importação e desalfandegamento
  • Packaging
    • Escolha do fornecedor
    • Design e definição do packaging
    • Definição da experiência global para entrega do artigo ao cliente
  • Gestão de cliente
    • Suporte à venda
    • Gestão de reclamações
    • Suporte pós-venda
  • Personalização
    • Possibilidade de adicionar packaging de aniversário
    • Possibilidade de adicionar cartão com frase definida pelo cliente




Aprendizagens e Conclusões

De uma coisa eu tenho a certeza: foi melhor do que qualquer curso ou formação que poderia ter frequentado.

É quando nos colocamos por dentro dos “problemas”, que realmente vamos à procura da solução. E a solução, muitas vezes, não é como comprova a teoria.. 

Outra lição que retirei foi o facto de perceber que não pode existir qualquer estigma ou receio de criar algo que pode não resultar. Neste momento, estou pronto para criar os projetos que forem necessários, pois tenho a certeza que cada um irá acrescentar bastante em vários aspetos.


Porque não resultou

A loja online vendia diariamente e as pessoas identificavam-se com a marca.

Mas outra coisa que aprendi foi que: como não há problema em criar algo novo sem medo de falhar, não pode haver medo de sair quando sentimos que o devemos fazer.

Chegou o momento em que a marca teria de escalar, ir para outro nível. Aqui o jogo mudaria completamente. Foi aqui que me deparei com a difícil decisão: Avançar ou fechar!

Avançar para outro nível e escalar a marca pressupunha toda uma organização completamente diferente à qual eu senti que não deveria assumir.

O projeto resultou, mas eu decidi não entrar para o próximo nível. O projeto terminou porque sem esse próximo passo, não teria a alavancagem necessária para se tornar numa marca com notoriedade.

Para mim, a warrior foi um sucesso. Orgulho-me bastante de ter criado esta loja online. Fez-me crescer de uma forma exponencial e ainda ganhei dinheiro!!!

Estou pronto para falhar no meu próximo projeto!

Tags:

Deixe um comentário